10 mandamentos para segurança na cozinha

“Nonna, por favor, posso lavar os pratos?” implorou Ally, minha neta de oito anos. Ally é como a maioria das crianças, ela adora ajudar na cozinha. Embora ela esteja ansiosa para lavar a louça, garanto que em quatro ou cinco anos a visão de louça suja não será tão emocionante. Hoje, ajudar a lavar a louça é divertido, pois ela está aprendendo como as coisas funcionam. Ela está aprendendo a apreciar alimentos integrais e o que faz uma refeição nutritiva ajudando na cozinha.

Envolver as crianças na preparação das refeições dá-lhes a oportunidade de ter experiências multissensoriais com vários alimentos. Isso é especialmente valioso ao introduzir novos alimentos ou ao mudar a dieta da família de alimentos processados ​​para alimentos integrais. Na verdade, o aprendizado multissensorial é fundamental ao transformar um comedor exigente em um comedor saudável.

Então, como você evita os perigos comuns da cozinha, especialmente para as crianças? Por mais valiosas que sejam as experiências táteis para a apreciação de alimentos nutritivos, quando as crianças o ajudam na cozinha, basta um momento de descuido para que ocorra um acidente. Lesões e possíveis intoxicações alimentares são menos prováveis ​​se você seguir os seguintes conselhos sábios.

1. Lave sempre as mãos com água e sabão antes de manusear os alimentos.

Isso se aplica a todos que trabalham na cozinha. Os germes podem se espalhar facilmente se as mãos não forem devidamente limpas. Lave as mãos com água e sabão por pelo menos vinte segundos. Esfregar as mãos sob a água é tão importante quanto o sabão para a limpeza. Com crianças, faça disso um jogo. Cante a música do alfabeto enquanto lava as mãos. Torne-o educativo contando os vinte segundos com seu filho enquanto lava as mãos. Quando seu filho pode contar até vinte sozinho; contagem regressiva de vinte a um.

2. Use um escadote robusto para que seu filho alcance confortavelmente o balcão.

As crianças adoram ajudar e o seu envolvimento na cozinha é vital para a apreciação dos alimentos. Compre um banquinho resistente para evitar quedas e lesões.

3. Nunca permita que as crianças comam ovos crus.

As crianças adoram lamber a massa da colher ao fazer biscoitos. Mas a salmonela de ovos crus é uma preocupação real. Explique que é melhor provar o biscoito depois de assado, para não passar mal.

4. Alerte as crianças sobre o perigo de um fogão e forno quentes.

Esteja sempre alerta quando uma criança pequena estiver perto de superfícies quentes. Assim, muitos acidentes são evitáveis. Queimaduras de água escaldante e fornos quentes são duas delas. Mantenha os cabos dos aparelhos de cozinha fora de perigo. Tenha sempre um extintor de incêndio em sua cozinha. Para extinguir pequenos incêndios, jogue bicarbonato de sódio sobre as chamas. Se a gordura em uma panela começar a arder, tampe a panela para cortar o suprimento de oxigênio. Desligue o fogo.

5. Aponte os cabos das panelas e frigideiras para a parte de trás ou para o centro do fogão.

Este é um hábito tão fácil de começar. Este simples passo evita que crianças animadas (e adultos) entrem em contato com uma alça saindo do fogão e derrame seu conteúdo escaldante. Mesmo que meus filhos sejam crescidos, ainda aponto as alças para a parte de trás ou para o centro do fogão. Só para não me queimar acidentalmente!

6. Mantenha as superfícies de trabalho da cozinha limpas.

Muitas vezes a “gripe” que passa pela sua família é na verdade uma intoxicação alimentar. Você pode negar isso lavando bem as superfícies da cozinha. Use produtos de limpeza de superfície com alvejante para desinfetar bancadas e outras áreas de trabalho. Ou adicione meia colher de chá de alvejante a um borrifador cheio de água e borrife nas bancadas para desinfetar. Mantenha bolsas e outros itens fora das superfícies de preparação, pois eles carregam bactérias. Certifique-se também de desinfetar as torneiras da cozinha ao limpar a pia.

7. Evite a contaminação cruzada dos alimentos.

Nunca coloque carne cozida em um prato que uma vez continha a carne crua. Lave facas e tábuas de corte entre o uso em carnes, laticínios e produtos hortícolas.

8. Lave os panos de prato e substitua as esponjas com frequência.

Compre sete panos de prato. Dessa forma, você terá uma toalha limpa para cada dia da semana. Uma esponja é uma base perfeita para as bactérias. Esprema seco após o uso e deixe secar ao ar. Substitua as esponjas uma vez por semana. Durante a semana, desinfete sua esponja enxaguando-a, espremendo-a e depois aqueça-a por dois minutos no micro-ondas.

9. Lave sempre frutas e legumes.

Lave os legumes e as frutas antes de colocá-los na geladeira. Dessa forma, eles foram pré-limpos, facilitando o preparo das refeições. As crianças podem fazer um lanche saudável sem se preocupar com bactérias nocivas à espreita na superfície. Além disso, as bactérias nos alimentos se multiplicam rapidamente, quando deixadas a uma temperatura entre 45 F e 140 F. Evite esta zona de perigo o máximo possível, refrigerando rapidamente os alimentos cozidos. Refrigere ou congele as sobras imediatamente após o jantar para evitar a formação de bactérias na comida.

10. Tome cuidado com facas.

Obviamente, objetos pontiagudos são um perigo para crianças pequenas. Mantenha todas as facas fora do alcance das crianças. Crianças e pré-escolares adoram espalhar manteiga amolecida, cream cheese e manteigas de nozes. Mãos pequenas podem usar com segurança utensílios de plástico, do tipo comprado para piqueniques e churrascos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.